Oscar Müller

OMK
arquiteto@synapsis.org.br

Arquiteto, urbanista, ambientalista e brincante

Outras informações irrelevantes:
Sempre estudante e aprendiz, foi office-boy, balconista, ajudante de mecânica, boqueteiro e desenhista, galgou o status de ecochato em meados da década de 70. Formou-se em arquitetura e urbanismo em 1981, com especial interesse nas correlações entre arquitetura e psicologia, atuou como urbanista no início da carreira, como arquiteto-projetista na sequência, como empresário até o plano Collor, depois foi vendedor, arquiteto-projetista e finalmente arquiteto autônomo, até assumir a condição de brincante a partir de 2010.

Em tempo:
Boqueteiro, naquelas priscas eras, não tinha o significado chulo dos dias de hoje. Era o nome que se dava à pessoa responsável pela boqueta do restaurante, espaço onde os pedidos saindo da cozinha ou bar, são organizados para distribuição. Cabia ao boqueteiro a tarefa de cuidar da ordem do atendimento e distribuir bandejas, de sorte que os garçons pudessem entregar os pedidos seguindo uma determinada trajetória, sem precisar ficar zanzando pelo salão. Numa casa com mais de 200 mesas, e dezenas de garçons, é um trabalho de logística insano…

Veja aqui suas postagens

One Comment

Comments are closed